quarta-feira, 26 de abril de 2017

Nós

Cristiana Grumbach é diretora, roteirista, pesquisadora e montadora. Dirigiu os documentários de longa-metragem “Morro da Conceição” (2005) e “As cartas psicografadas por Chico Xavier” (2010) e o curta-metragem “O joellho de Ives (2011). Para TV, dirigiu e editou documentários, institucionais e programas para o Canal Futura (Going Professional, Fome Zero, Instituto Airton Senna), TV SESC/SENAC (Balaio Brasil e O Mundo da Fotografia), TV Escola (Seis Capitais Brasileiras), SEBRAE (Desenvolvimento Sustentável e Cisternas), Ministério do Trabalho (Planfor, qualificando o Brasil), Grupo Pão de Açúcar (Caras do Brasil), Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro (Nós, brasileiros e portugueses), entre outros. Colaborou com Eduardo Coutinho como assistente de direção, pesquisadora e segunda câmera nos longas-metragens “Santo Forte” (1999), “Babilônia 2000″ (2001), “Edifício Master” (2002), “Peões” (2003), “O Fim e o Princípio” (2005) e, como diretora-assistente e pesquisadora em “Jogo de Cena” (2007). Como assistente de direção, colaborou com Lúcia Murat no longa-metragem de ficção “Doces Poderes” e realizou programas para TV Globo, Multishow, campanha presidencial de Fernando Henrique Cardoso (1998), além de comerciais e videoclipes. Montou, em colaboração com Renata Baldi, o documentário de longa- metragem “Rio de Jano” (2003), dirigido por Anna Azevedo, Eduardo Souza Lima e Renata Baldi, o curta-metragem “Eu e Ela”, de Renata Baldi, além de documentários, videoclipes e institucionais. Em 2006 e 2008, orientou a Oficina de Desenvolvimento de Projetos do programa DOCTV, da TV Brasil. Em 2010, orientou a Oficina de Produção em Documentário para o programa “Revelando os Brasis”, do Ministério da Cultura. Está desenvolvendo os projetos de longa-metragem de ficção “Clara Nunes” e os documentários de longa-metragem “Médiuns” e “Verônica Voltou”. Além das atividades em audiovisual, Cristiana estuda astrologia com Claudia Lisboa e faz atendimento astrológico.

 

Luiz Alberto Gentile é advogado formado pela PUC-Rio, pós-graduado em Direito da Propriedade Intelectual pela Coordenação Central de Extensão da PUC-Rio, com curso de Direito do Entretenimento pelo Centro de Estudos e Pesquisas no Ensino do Direito da UERJ, de Formação Executiva em Cinema e TV pela FGV/RJ e Contabilidade Avançada para Advogados pela Coordenação Central de Extensão da PUC-Rio. É produtor dos documentários em longa-metragem “Morro da Conceição” (2005) e “As Cartas psicografadas por Chico Xavier” (2010), ambos de Cristiana Grumbach, dos longas-metragens de ficção “Aspirantes” (em finalização), de Ives Rosenfeld, vencedor do Carthe Blanche do Festival de Locarno 2014, e “Saias” (em finalização), de Gustavo Acioli, e do o curta-metragem “O joelho de Ives” (2011), de Cristiana Grumbach. Para o Canal Futura, produziu os programas da série “Going Professional” (2009). Para a Dialog Consultoria produziu o institucional “Diálogos 2: desenvolvendo os projetos” (2012). Foi assessor jurídico das séries de TV “Larica Total” (Canal Brasil) e “Katylene” (MTV), do documentário em longa-metragem “Yorimatã” (2014), de Rafael Saar, e do lançamento do documentário em longa-metragem “Espia Só”, de Saturnino Rocha. Coordenou a distribuição do documentário de longa metragem “Walachai”, de Rejane Zilles. Dirigiu e produziu o documentário de curta-metragem “O Projecionista”. Presta consultoria jurídica para produtoras e distribuidoras de produtos audiovisuais.